Aprendiendo a usar los blogs

desarrollando contenidos para nuestro entorno

Malditos mosquitos

Posted by buson en octubre 4, 2004

Tomado de:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/cotidiano/ult95u46536.shl

21/02/2002 – 23h13
Paraguai decreta estado de alerta por causa da dengue
da Agência Folha

O governo paraguaio decretou nesta semana “estado de alerta sanitário” depois da confirmação de que uma família contraiu a dengue do tipo 3, variação da doença até então inédita no país.

A família esteve em férias no Rio de Janeiro. No Paraguai nunca houve registro de casos de dengue hemorrágica. Neste ano, foram registrados 18 casos da doença.

Segundo Carlos Romero, diretor da Senepa (Serviço Nacional de Erradicação da Malária, na tradução para o português), órgão do Ministério da Saúde paraguaio, a família de quatro pessoas está isolada em sua casa, em Assunção, por precaução.

Além disso, agentes de saúde e homens do Exército vistoriaram nove quadras ao redor da casa da família doente atrás de focos do mosquito transmissor.

Romero disse que a grande preocupação hoje é evitar que a doença volte a atravessar a fronteira, como em anos anteriores, em especial na região de fronteira seca com o Mato Grosso do Sul.

O Estado tem a segunda maior incidência do Brasil, depois do Rio. De janeiro até hoje, foram notificados 7.834 casos, dos quais 42 foram confirmados como dengue hemorrágica, com duas mortes ainda não confirmadas.

“Nós oferecemos a infra-estrutura de Assunção para Ponta Porã (MS). Já analisamos 20 amostras de lá, com um caso positivo. O resultado ficou pronto em 48 horas”, disse Romero.

Segundo ele, foram montadas barreiras sanitárias em Pedro Juan Caballero e Ciudad del Este.

Em 2001, os 38 casos registrados no Paraguai ocorreram na mesma vizinhança, depois que um turista contraiu a doença em São Paulo e a “importou”. Em 2000, houve a maior epidemia do país: foram confirmados 27.142, mas o total pode ter sido próximo de 300 mil, segundo o Ministério da Saúde.

Polêmica
Ontem, o jornal paraguaio “ABC Color” noticiou que um lote de larvicida que estaria sendo usado no combate à dengue tinha o prazo de validade vencido em janeiro. Romero disse que o lote não está sendo usado e que o larvicida pode ser usado por mais um ano, se bem acondicionado.

Anuncios

Responder

Por favor, inicia sesión con uno de estos métodos para publicar tu comentario:

Logo de WordPress.com

Estás comentando usando tu cuenta de WordPress.com. Cerrar sesión / Cambiar )

Imagen de Twitter

Estás comentando usando tu cuenta de Twitter. Cerrar sesión / Cambiar )

Foto de Facebook

Estás comentando usando tu cuenta de Facebook. Cerrar sesión / Cambiar )

Google+ photo

Estás comentando usando tu cuenta de Google+. Cerrar sesión / Cambiar )

Conectando a %s